O LAB | SAÚDE FOI LANÇADO!

Atualizado: 13 de Jul de 2018

Por Luciano Luis Mantelli



Dia 19/01, aconteceu o primeiro encontro aberto do LAB | SAÚDE – FUTUROS DESEJÁVEIS.




Rolou o lançamento oficial e apresentação do LAB, seus objetivos e propósito, além de uma reflexão sobre o cenário atual do modelo de gestão de saúde com uma série de insigths sobre o futuro, com base no amadurecimento das relações e percepção de valor das pessoas, tecnologias exponenciais, internet das coisas e muito mais.


Enfim! A grande questão foi que modelo de gestão de Saúde é este que precisamos construir para atender nossos futuros desejáveis.

Já paramos para pensar que futuro desejamos?

Tem muita coisa boa surgindo e sendo falada de forma isolada. Algumas entendemos, outras nem tanto, mas e aí? Como conectar e materializar tudo isso?


Para ajudar nesta reflexão, essa primeira edição do LAB foi em formato de arena, com pitches de especialistas e ao fim uma discussão aberta. Em uma tarde inteira, faltou tempo pra tanto assunto interessante e discussões! Mas foi só a largada.


Luciano Mantelli começou a série de pitches, trazendo muitos insigths sobre o cenário atual, futuros previstos e uma reflexão sobre o modelo de gestão de saúde atual, “Fragmentado e desconectado – altamente especializado”, junto ao esquema de como podemos transformá-lo em um modelo de “gestão de saúde ativo, longitudinal e horizontal – em rede”. Esse esquema traduz a importância de entender e ter clareza sobre o que esperamos, de gerar um novo mindset no futuro desejável e quais os principais marcos para a mudança.




Na sequência, foi a vez de um cara que resolveu colocar a mão no futuro da saúde porque quer um modelo melhor para suas netas. Médico, antropólogo, pura empatia e simplicidade, o americano Dr. Rob Janett falou um pouco para a gente sobre Atenção Primária e ACOs, com muitos dados e experiências para mostrar as lacunas atuais e deixar um pouco mais prático a todos o novo modelo. Ficou mais claro a base do modelo, a visão horizontal e longitudinal, e os gaps que o modelo atual deixa e como disse Rob, “a necessidade de agregar os fornecedores em grupos que podem assumir responsabilidade por uma população! Onde todos estão com os esforços alinhados para melhorar os cuidados, de forma integrada”.


O terceiro foi um cara que também não quer ficar de fora desta transformação! Segundo ele, este momento que estamos vivendo será como as grandes revoluções do passado e ele não quer ficar na plateia, vai ser protagonista da mudança. Dr. Salvador Neto trouxe a todos uma reflexão sobre o cenário de transformações da era: as mudanças disruptivas, as diferentes expectativas de valor das gerações e conexão de tudo isso com a saúde. Dividiu com todos as iniciativas que a Unimed Porto Alegre vem puxando e como estão vendo toda a transformação de dentro da organização. Para fechar, Salvador falou um pouco sobre como podemos simplificar esta transformação se passarmos a olhar do ponto de vista da experiência - o Golden Circle, “Se saímos, analisarmos o problema de fora e fizermos a pergunta certa, o processo fica mais colaborativo e consequentemente mais assertivo”.


Quem fechou a série de pitches foi o líder do LAB, que decidiu montar um projeto para o seu legado de 60 anos - o SixtyLabs - que impactasse a saúde com iniciativas que tragam mais sustentabilidade ao setor. Dr. Paulo Magno do Bem Filho, conectou ao modelo o conceito de gerenciamento do cuidado e engajamento do paciente, que muda a perspectiva da gestão de saúde para a de autocuidado. A reflexão foi a partir do entendimento sobre o distanciamento que a tecnologia gerou, “muita tecnologia, pouco contato”, e como nesta mudança de paradigma as tecnologias podem viabilizar o modelo, gerando “soluções mais simples, escalares e cuidando de todos de forma personalizada”. Encerrou marcando a necessidade de soluções exponenciais com o uso de devices, apps e plataformas integradas: “As pessoas clamam por atenção, por serem tratadas de forma personalizada. E em pleno século XXI, temos a obrigação de trazer a combinação entre estas duas coisas, alta tecnologia e alto nível de cuidado e interação entre as pessoas - High Tech e High Touch”.


Bora discutir? Assim começaram os últimos 30 minutos do encontro que mais pareceram 5... uma conversa aberta sobre os desafios, paradigmas a serem quebrados, inciativas que começam e esbarram no quadrado atual.


Não conseguiremos mudar o modelo por dentro de suas falhas, de forma linear. É preciso criar novas soluções, mais simples, com novas experiências e valores, mais exponenciais.” Luciano Mantelli.


E para promover toda essa mudança necessária, ainda há muito a se DISCUTIR, ainda há muito a QUESTIONAR, CONECTAR, TESTAR, muito a se FAZER. O primeiro passo foi dado!


E sabendo disso, criamos o LAB | SAÚDE com o objetivo de criar uma experiência inteira para o modelo de gestão de saúde 2.0 que represente os futuros desejáveis. "Uma grande “maquete” protótipo com modelos e inciativas reais que integradas gerem soluções".


O LAB é uma inciativa da parceria entre Fourge e SixtyLabs.


Quer saber mais sobre o LAB | SAÚDE – FUTUROS DESEJÁVEIS?

Entre em contato via labsaude@fourge.com.br.


Em breve divulgaremos a agenda completa de LABS para que você também possa participar e fazer parte dessa transformação com a gente!




29 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Spotify

2020 © FOURGE | Todos os direitos reservados. 

Porto Alegre - RS
contato@fourge.com.br

(51) 3574-0950

(51) 9 9376-0539

(51) 9 9833-2449