top of page

Do zero à solução, saiba como te ajudamos a inovar

Metodologia Zero to Hero é dividida em cinco etapas e coloca a galera pra pensar em desafios complexos e soluções inovadoras para os problemas do nosso mundo



O perfil do consumidor mudou, especialmente após a pandemia da Covid-19. Uma pesquisa da Opinion Box feita em 2021 traça essa nova tendência: 93% dos consumidores consideram a experiência um fator importante ou muito importante em um processo de compra. Portanto, não é só o teu produto ou serviço que importa na hora da decisão de compra de uma pessoa. É, também, qual o impacto que o negócio pode gerar no nosso mundo.


E se mais gente pudesse ajudar a responder essa pergunta, e não só as lideranças do teu negócio?


E se disséssemos que visão clara e de grande impacto é o maior combustível para equipes pensarem fora da caixa e desenharem as melhores soluções?


Pra impulsionar essa visão dentro das empresas, a FOURGE criou a metodologia Zero to Hero. Ela é indicada pra quem precisa colocar a galera pra pensar em soluções inovadoras para os problemas do negócio e do nosso mundo.


"Em geral, nós aplicamos a metodologia dentro de um hackathon. Mas não o hackathon de programadores que as pessoas estão acostumadas a ver, e sim um hackathon adaptado ao nosso jeito de ser. Nós acreditamos que um ambiente colaborativo e injeção de informações para equipes com alto nível de energia podem gerar soluções realmente transformadoras", explica Luciano Mantelli, nosso hacker e fundador.


A metodologia Zero to Hero passa por cinco etapas, saindo do absoluto zero para uma solução completa e viável. Conheça cada uma dessas etapas a seguir:


1. Ideação: aqui estimulamos as pessoas a darem asas à criatividade em uma tempestade de ideias. Quais são os problemas que queremos resolver?


2. Validação do problema: em seguida, a ideia é sair a campo pra entender se o problema identificado realmente existe. A validação é a chave pra direcionar as energias na solução certa.


3. Validação da solução e prototipação: após confirmar que o problema existe, é hora de validar a solução. Para isso, cria-se um protótipo que representa as ideias de forma prática.


4. Mínimo Produto Viável (MVP): desenvolvemos uma solução mínima viável que possa ser apresentada para avaliação, testes e obtenção de feedback.


5. Pitch: é a hora de apresentar a solução de forma nítida e envolvente, o momento de convencer as pessoas que a ideia pode fazer a diferença.



"A inovação é mais questão de ótica do que de fibra ótica. O que quero dizer é que a inovação são as novas tecnologias em si, mas a forma como a gente encara o mundo. E é isso que queremos provocar nas pessoas", explica Luciano.


Quer levar toda a potência da metodologia Zero to Hero e do nosso hackathon para o teu negócio? Então fale com a gente!



29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page